“Erros refrativos não compensados”, uma reflexão da Essilor

Imagem da notícia: “Erros refrativos não compensados”, uma reflexão da Essilor

“Sabia que, a nível mundial, mais de 153 milhões de pessoas sofrem de incapacidade visual devido a erros refrativos não compensados?”

A questão inicial remete-nos para os últimos dados evidenciados a nível mundial, especialmente no que diz “respeito à cegueira da população devido a falta de correção óptica”.

A Essilor adianta que segundo dados da OMS “define baixa visão quando a acuidade visual é menos de 6/18 mas igual ou melhor do que 3/60, ou uma correspondente perda de campo visual para menos de 20º, no melhor olho com a melhor correcção possível”.

Define, também, a “cegueira como uma acuidade visual abaixo dos 3/60 ou correspondente perda de campo visual menor do que 10º, no melhor olho com a melhor correção possível. Incapacidade visual inclui tanto a cegueira como a baixa visão”.

Para a OMS, “80% de todas as causas de deficiência visual são evitáveis ou podem ser tratáveis mediante prevenção adequada e atempada. Dados apresentados em 2019 evidenciam que aproximadamente mil milhões de pessoas, em todo o mundo, sofrem de problemas visuais evitáveis ou que ainda não foram adereçados”.

Os números aumentam para “2,7 mil milhões quando falamos da população com má visão por má correção ou nenhuma correção visual”.

Estes e outros dados relevantes sobre os “Erros refrativos não compensados”, podem ser consultados na íntegra na página da Olhar 360º da Essilor.

4 Junho 2021
AtualidadeCuriosidadeOftalmologia

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas