Transmissão de doenças genéticas poderá ser evitada

Imagem da notícia: Transmissão de doenças genéticas poderá ser evitada

Uma nova técnica que poderá evitar o aparecimento de doenças genéticas de herança materna foi descoberta por um grupo de cientistas internacional.

Os investigadores conseguiram substituir o material genético deformado por outro livre de mutações defeituosas proveniente de uma dadora, obtendo um óvulo capaz de produzir blastócitos (embriões com cinco ou seis dias de vida) com normalidade e células estaminais, as células que dão origem a outras.

Assim, o bebé que vier a nascer deste óvulo vai ter os traços genéticos da sua mãe biológica, mas não receberá as doenças que possam ter sido transmitidas pela progenitora, uma vez que terá o ADN mitocondrial (material genético localizado fora do núcleo das células) da dadora.

Antes da experiência com óvulos humanos, a equipa tinha já conseguido aplicar a sua técnica em óvulos de fêmeas de macacos que fertilizaram posteriormente, levando ao nascimento de quatro crias perfeitamente saudáveis.

 

7 Novembro 2012
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Leadership Online Series aponta a 3.ª sessão

A terceira sessão do evento acontece na próxima sexta-feira, 18 de junho e vai contar com a participação de Michael Brennan, Tamara Fountain, José Beniz, Maria Frazão e Wanjiku Mathenge.

Ler mais 16 Junho 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia

CIRP 2021 promove diálogo e entrega prémios

O CIRP 2021 – Reunião dos Grupos Portugueses de Cirurgia Implanto-Refrativa, Superfície Ocular, Córnea e Contactologia, decorreu no passado fim de semana (12 e 13 junho), em Albufeira.

Ler mais 15 Junho 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia