Transmissão de doenças genéticas poderá ser evitada

Imagem da notícia: Transmissão de doenças genéticas poderá ser evitada

Uma nova técnica que poderá evitar o aparecimento de doenças genéticas de herança materna foi descoberta por um grupo de cientistas internacional.

Os investigadores conseguiram substituir o material genético deformado por outro livre de mutações defeituosas proveniente de uma dadora, obtendo um óvulo capaz de produzir blastócitos (embriões com cinco ou seis dias de vida) com normalidade e células estaminais, as células que dão origem a outras.

Assim, o bebé que vier a nascer deste óvulo vai ter os traços genéticos da sua mãe biológica, mas não receberá as doenças que possam ter sido transmitidas pela progenitora, uma vez que terá o ADN mitocondrial (material genético localizado fora do núcleo das células) da dadora.

Antes da experiência com óvulos humanos, a equipa tinha já conseguido aplicar a sua técnica em óvulos de fêmeas de macacos que fertilizaram posteriormente, levando ao nascimento de quatro crias perfeitamente saudáveis.

 

7 Novembro 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Novo confinamento: oftalmologistas podem abrir portas

O Governo já anunciou as medidas do novo confinamento geral para um combate necessário ao avultado número de infetados com Covid-19. Na generalidade, voltam a ser aplicadas as regras do primeiro confinamento, mas com novas exceções. É o caso da oftalmologia.

Ler mais 14 Janeiro 2021
AtualidadeOftalmologia

Mais literacia em saúde com o projeto “A Saúde no Saber”

A Ciência Viva - Agência Nacional de Cultura Científica e Tecnológica, no âmbito do concurso “Comunicar Saúde”, que visa promover a literacia em saúde em Portugal, atribuiu 20 mil euros ao projeto “A Saúde no Saber”, do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) da Universidade de Coimbra (UC).

Ler mais 13 Janeiro 2021
Atualidade