Utilizadores de lentes de contato precisam de cuidados redobrados

Imagem da notícia: Utilizadores de lentes de contato precisam de cuidados redobrados

Investigadores nova-iorquinos averiguaram recentemente que a diversidade bacteriana presente nos olhos de portadores de lentes de contacto pode ser “em demasia”.

Os cientistas da Universidade de Nova Iorque comparam no texto do jornal mBio que a quantidade de micro-organismos nestes utilizadores é semelhante ao microbioma da pele.

Lisa Park, oftalmologista naquela instituição académica, liderou um grupo que analisou os olhos de 20 voluntários, dos quais nove usavam lentes de contacto e 11 não. Mediante extrações de amostras em algodão, constataram que os portadores de lentes tinha mais substâncias de espécies da pele nos olhos que os não portadores.

“Ao colocar um agente estranho na superfície ocular, podemos estar a introduzir agentes patogénicos no olho”, disse Park. No entanto, o estudo não demarca a presença de ADN no olho como indicador incontestável de micróbios, como também se esse ADN é vivo. Também não indica se esse contágio pode ter como origem o dedo do utilizador, como vários estudos já vieram comprovar.

 

13 Abril 2016
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

BAUSCH+LOMB apresenta novo hidratante ocular

Consciente da necessidade de cuidar dos sintomas sentidos pelos utilizadores de lentes de contacto, a BAUSCH+LOMB apresenta o novo BioTrue® Rebalance, da gama de produtos Biotrue®, desenvolvidos para aliviar os sintomas de irritação e secura ocular e para manter os olhos protegidos e saudáveis.

Ler mais 13 Maio 2021
AtualidadeLentes e equipamentos