Lente de contacto “especial” reduz progressão da miopia

Imagem da notícia: Lente de contacto “especial” reduz progressão da miopia

Uma equipa internacional, que inclui cientistas da Universidade do Minho (UMinho), conseguiu reduzir em 59% a progressão da miopia em crianças dos oito aos 12 anos através de uma “lente de contacto especial”.

Em comunicado enviado à Lusa, a UMinho explica que o ensaio clínico com uma nova lente de contacto decorreu desde 2012 e concluiu que o uso daquela lente na infância “traz benefícios claros para a saúde pública, porque é na infância que os valores da miopia mais agravam, podendo disparar na fase adulta a probabilidade de problemas severos de visão”.

A miopia consiste em ver mal ao longe e deve-se ao crescimento excessivo do olho, sendo que a cada milímetro que este aumenta, ganha-se três dioptrias de miopia. A equipa internacional mostrou que, após três anos, as crianças com as lentes de contacto especiais tiveram 0,5 milímetros de crescimento ocular, isto é, menos de metade face às outras crianças do estudo.

“É possível atrasar o crescimento do olho humano com dispositivos óticos”, revela o diretor do Laboratório de Investigação em Optometria Clínica e Experimental (CEORLab) do Centro de Física da UMinho, José Manuel González-Méijome, que trata esta linha de estudo precursora há 15 anos. Estas lentes de contacto “distinguem-se pela distribuição específica da potência, o seu desenho ótico, que vai alterar a imagem que se forma na retina, estimulando menos o crescimento do olho”, refere o investigador.

Saiba mais em breve, numa das próximas edições.

17 Janeiro 2018
Oftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Inquérito da Essilor avalia população sobre vista cansada

O Departamento de Saúde Visual da Essilor Portugal, dirigido por Alberto Silva, está a fazer um inquérito à população portuguesa para conhecer as opiniões e rotinas dos indivíduos potencialmente presbitas e tentar compreender os hábitos visuais de cada um, especialmente no atual contexto de pandemia.

Ler mais 24 Setembro 2020
Oftalmologia

Oftalmologista alerta para o risco de acidente com álcool-gel

A médica oftalmologista Cláudia Bacalhau afirma que tem assistido neste período pandémico a um aumento de casos de acidentes com o uso de álcool-gel e desinfetantes de mãos de base alcoólica, por contacto acidental com os olhos, principalmente em crianças.

Ler mais 23 Setembro 2020
Oftalmologia

Telemedicina continua a “criar ondas” na oftalmologia

A pandemia de Covid-19 está a transformar a forma como a medicina é praticada em todo o mundo. Novas alternativas para o modus operandi da prestação de cuidados de saúde tradicionais têm sido escolhidas durante estes tempos incertos.

Ler mais 22 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia