Metade da população portuguesa vê mal

Imagem da notícia: Metade da população portuguesa vê mal

Segundo o Programa Nacional para a Saúde da Visão, da Direção-Geral da Saúde, estima-se que em Portugal cerca de metade da população sofra de alterações da visão, desde a diminuição da acuidade visual até à cegueira, cerca de 20% das crianças e metade da população adulta sofra de erros refrativos significativos e cerca de metade das pessoas com cegueira se encontre em idade produtiva.

Neste sentido, o Ministério da Saúde, através de um despacho publicado em Diário da República, constituiu uma comissão, presidida por António Augusto Magalhães, oftalmologista do Centro Hospitalar São João, para elaborar uma Estratégia Nacional para a Saúde da Visão. A comissão tem 60 dias, a partir da data da publicação do despacho, 19 de fevereiro de 2018, para apresentar uma proposta de Estratégia Nacional para a Saúde da Visão à Direção-Geral da Saúde.

Saiba mais aqui.

8 Março 2018
Oftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Oftalmologista alerta para o risco de acidente com álcool-gel

A médica oftalmologista Cláudia Bacalhau afirma que tem assistido neste período pandémico a um aumento de casos de acidentes com o uso de álcool-gel e desinfetantes de mãos de base alcoólica, por contacto acidental com os olhos, principalmente em crianças.

Ler mais 23 Setembro 2020
Oftalmologia

Telemedicina continua a “criar ondas” na oftalmologia

A pandemia de Covid-19 está a transformar a forma como a medicina é praticada em todo o mundo. Novas alternativas para o modus operandi da prestação de cuidados de saúde tradicionais têm sido escolhidas durante estes tempos incertos.

Ler mais 22 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia