Descriminalização não aumenta consumo de drogas

Imagem da notícia: Descriminalização não aumenta consumo de drogas

Um estudo sobre políticas de descriminalização para as drogas, em prática pelo mundo, recentemente divulgado pela Release, instituição nacional do Reino Unido que se dedica há quatro décadas ao estudo do fenómeno, aponta Portugal, entre outros países, como exemplo de como a descriminalização não aumentou o consumo.

 

O estudo, disponível no site da instituição, evidencia resultados semelhantes para um universo de 21 países que adotaram medidas a este nível. Portugal, o primeiro a descriminalizar, em 2001, o consumo e a posse de todas as drogas ilícitas em pequenas quantidades; é referenciado por alguns mais influentes ‘tink tkanks’.

 

24 Agosto 2012
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Curso de Anatomia e Cirurgia de Órbita decorre em setembro

No próximo dia 23 de setembro realiza-se o curso pós-graduado de Anatomia e Cirurgia de Órbita – Hands-on Cadaver Dissection, na Nova Medical School - Faculdade de Ciências Médicas, em Lisboa. Este curso será organizado numa parceria entre a Unidade de Órbita do Hospital CUF Descobertas e o Departamento de Anatomia da Faculdade de Ciências Médicas da Nova Medical School/Faculty of Medical Sciences.

Ler mais 3 Agosto 2022
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia