Exposição do útero à luz pode interferir na visão do bebé

Imagem da notícia: Exposição do útero à luz pode interferir na visão do bebé

Um estudo, que foi publicado na revista Nature, mostrou que os ratos fêmea que passaram o período de gestação na escuridão tiveram bebés com o desenvolvimento do olho alterado.

De acordo com o Diário de Notícias, os investigadores, citados pela BBC, defendem que seriam necessárias pequenas quantidades de luz para controlar o crescimento dos vasos sanguíneos dos olhos.

Os estudiosos da Universidade da Califórnia, em São Francisco, acreditam que a luz que penetra no corpo pode alterar o desenvolvimento do olho, pelo menos em pequenos ratos domésticos.

Uma rede de vasos sanguíneos, conhecida como vasculatura hialoide, é formada para auxiliar a nutrição da retina, durante a sua formação. Quanto aos vasos sanguíneos, estes atrapalhariam a visão caso permanecessem após o nascimento. É por isso que estes são retirados posteriormente.

Os investigadores confirmam que esta situação não acontece quando a gravidez ocorre na escuridão total.

17 Janeiro 2013
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

OM cria Censo Oftalmologia

O “Estudo Demográfico da População de Oftalmologistas Portugueses” do Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos, tem como objetivo “conhecer a realidade dos recursos humanos nacionais” nesta área da medicina. O documento vai ser divulgado no próximo congresso de Oftalmologia, entre 9 e 11 de dezembro, de 2021.

Ler mais 3 Dezembro 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia