Primeiro medicamento português comercializado nos EUA

Imagem da notícia: Primeiro medicamento português comercializado nos EUA

A Bial já está a vender nos Estados Unidos da América o primeiro medicamento de patente e investigação portuguesa.

Em novembro de 2013, a farmacêutica de António Portela obteve a aprovação da Food and Drugs Administration, entidade norte-americana responsável por regular todos os medicamentos naquele país, para vender aos estadunidenses o Aptiom, na Europa conhecido por Zebinix há cinco anos.

Este medicamento para o tratamento de epilepsia será vendido pela Sunovion Pharmaceuticals Inc., que tem um acordo de licença com a Bial desde 2007.

António Portela, CEO do grupo Bial, afirmou que nos EUA encontra-se “um dos mercados mais exigentes e competitivos do mundo e que representa mais de 50 por cento das vendas globais de medicamentos para a epilepsia, no valor de dois mil milhões de dólares”.

O potencial de venda é, assim, muito elevado. O próprio fármaco envolveu grandes somas para a sua conceção, cerca de 15 anos de investigação e 300 milhões de euros investidos.

7 Abril 2014
Atualidade

`

Notícias relacionadas

HOYA Vision Care lança nova campanha global “Myopia Care for Kids”

Esta iniciativa tem o duplo objetivo de “sensibilizar as crianças para o crescente aumento global da miopia nas crianças (que ocorre tipicamente entre os 6 e 14 anos1), assim como, sensibilizar para as “inovadoras lentes oftálmicas2 MiYOSMART, concebidas especificamente para que as crianças abrandem a progressão da miopia nas crianças entre os 8 e os 13 anos3”.

Ler mais 17 Agosto 2022
AtualidadeLentes e equipamentos

Academia do Profissional aposta na diversificação

Com o “foco” estritamente na “formação especializada”, os projetos a curto prazo de Ricardo Simões, CEO da Academia do Profissional, passam pela área de cuidados de saúde e beleza, o que pode abrir espaço ao setor da medicina dentária no futuro.

Ler mais 12 Agosto 2022
AtualidadeEventos e Formação

Lisboa acolheu XXII Congresso Nacional de Ortoptistas

Com a presença de cerca de 100 participantes, a APOR realizou o XXII Congresso Nacional de Ortoptistas em Lisboa. Durante a sessão de abertura, Aldina Reis, a presidente da APOR, aproveitou para enaltecer o importante e indispensável trabalho desenvolvido pelos ortoptistas no Serviço Nacional de Saúde (SNS), desde há 60 anos.

Ler mais 11 Agosto 2022
AtualidadeEntrevistasOftalmologia