Tempos de espera em oftalmologia são dos piores no SNS

Imagem da notícia: Tempos de espera em oftalmologia são dos piores no SNS

Segundo o Relatório Anual de Acesso aos Cuidados de Saúde no Serviço Nacional de Saúde, em 2015 cerca de 43% dos doentes inscritos para uma consulta de oftalmologia e dermatologia foram atendidos fora da estimativa de tempo.

O tempo máximo de resposta garantido para uma consulta não deve ser superior a 150 dias, ou dois meses para casos prioritários e 30 dias para urgentes. O SNS teve um incremento do número de consultas realizadas, tal como cirurgias e doentes referenciados pelos médicos de família mas, segundo o DN, a “subida foi sobretudo sustentada pelas operações feitas no privado através dos vales-cirurgia”.

Em termos de regiões, o Algarve obteve os piores resultados, ao invés do Centro e Alentejo, que apresentaram os melhores. Quanto às especialidades, ginecologia, cirurgia geral e medicina interna e medicina física e de reabilitação têm taxas superiores a 90% quanto ao atendimento dentro do máximo prazo de resposta.

 

30 Agosto 2016
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Pedro Menéres apresenta candidatura à SPO

Com a experiência de dois mandatos na direção da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) (biénio 2015/2016 e 2021/2022), e exercício anterior como membro do Board de duas sociedades internacionais (ESA e ESCRS), Pedro Menéres apresenta agora a sua candidatura à presidência da SPO para o biénio que se inicia em janeiro de 2025.

Ler mais 16 Julho 2024
Atualidade

AbbVie apoia SEMEAR e doa 100 cabazes à Academia Johnson

A AbbVie realizou, em junho, mais um "Week of Possibilities", o seu programa global de responsabilidade social que consiste em contribuir para as comunidades locais através do voluntariado. Nesta edição, a biofarmacêutica colaborou com o projeto SEMEAR para a doação de 100 cabazes à Academia Johnson.

Ler mais 15 Julho 2024
Atualidade