Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

Imagem da notícia: Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China.

Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual. Desde então, vários outros casos foram reportados e muitos mais foram descobertos sobre as manifestações oculares potencialmente relacionadas com o SARS-CoV-2.

A 3 de agosto, uma investigação no banco de dados da Organização Mundial de Saúde sobre a literatura global relacionada com a Covid-19 encontrou 220 publicações incluindo a palavra “ocular”, 351 incluindo a palavra “olho” e 169 incluindo a palavra “oftalmologia”.

“Num artigo publicado em maio, apenas 5% dos 534 casos apresentaram conjuntivite. No entanto, foram relatados outros sintomas, como olho seco, visão turva e sensação de corpo estranho”, disse Laura M. Periman, membro do Conselho da Healio/OSN, especialista mundialmente reconhecida em imunologia e doenças da superfície ocular.

Saiba mais aqui.

16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

`

Notícias relacionadas

Córnea sintética ajuda cego a voltar a ver

Um homem de 78 anos estava dado como legalmente cego e recuperou a visão, sendo capaz de reconhecer familiares e ver números num quadro. O feito só foi possível devido ao implante da córnea sintética desenvolvida pela CorNeat que pode ser colocado diretamente no olho para substituir córneas danificadas, sem necessidade de tecido humano.

Ler mais 21 Janeiro 2021
Oftalmologia