Estudo revela que crianças míopes tendem a ter uma duração do sono mais variável e menor latência

Imagem da notícia: Estudo revela que crianças míopes tendem a ter uma duração do sono mais variável e menor latência

Um estudo refere que as crianças míopes tendem a ter uma duração do sono mais variável e menor latência do que crianças não míopes. Os padrões de sono foram e são influenciados pela estação do ano, dia da semana, idade e tempo ao ar livre. As evidências sugerem ainda que o tempo ao ar livre protege contra a miopia, noticia o Review of Myopia Management.

Publicado pela revista Translational Vision Science & Technology (TVST), da Association for Research in Vision and Ophthalmology, o estudo teve como objetivo examinar as diferenças no sono entre crianças míopes e não míopes e foi levado a cabo por Lisa A. Ostrin, Scott A. Read, Stephen J. Vincent e Michael J. Collins.

Os investigadores fornecem um relatório detalhado dos padrões de sono de crianças míopes e não míopes matriculadas no estudo Papel da Atividade Externa na Miopia (ROAM) e examinam a influência de vários fatores, incluindo estação, idade e refração erro.

23 Agosto 2021
Oftalmologia

PUBLICIDADE
MIDO 2022
`

Notícias relacionadas

Janeiro, mês da consciencialização do glaucoma

A Prevent Blindness, uma organização sem fins lucrativos de saúde e segurança ocular, de Chicago, declarou janeiro como o mês da consciencialização do glaucoma. O objetivo é oferecer “uma variedade de recursos educacionais e de consciencialização gratuitos para ajudar a prevenir a perda desnecessária da visão”.

Ler mais 11 Janeiro 2022
AtualidadeOftalmologia

SPO adianta eventos para 2022

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia revela algumas iniciativas já programadas para o novo ano de 2022.

Ler mais 7 Janeiro 2022
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia

Revista OftalPro 54

A OftalPro 54, edição que destaca na capa Tiago Monteiro, oftalmologista e o responsável pela secção de Córnea e Cirurgia Implanto-Refrativa do Hospital de Braga e também no Hospital CUF Porto, está disponível para consulta online.

Ler mais 6 Janeiro 2022
OftalmologiaRevista