Rita Flores apresenta candidatura à SPO

Imagem da notícia: Rita Flores apresenta candidatura à SPO

É com o lema “Juntos somos a SPO” que Rita Flores lança a sua candidatura à presidência da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia . Dividida por “cinco linhas programáticas”, o projeto para o próximo biénio 2023/2024 visa “Formar Para Crescer E Inovar Para Formar”, o “Registo Nacional De Patologias”, “Uma Spo Solidária, Dialogante E Colaborativa”, “Uma Spo Líder No Apoio À Gestão Em Saúde” e “Uma Spo Eficiente, Autónoma E Sustentável”.

Atualmente responsável pela especialidade de Oftalmologia do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Rita Flores exerce a sua atividade profissional na área de Lisboa, onde se dedica com “particular interesse” ao diagnóstico e tratamento das Doenças Médicas da Retina, “área na qual incide preferencialmente a minha atividade clínica e científica”.

“Identificada com os objetivos da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia”, Rita Flores integrou os corpos gerentes, como Secretária Geral, no biénio 2015/2016.

As eleições para a SPO deverão acontecer durante o 65º Congresso da instituição, que se realiza de 1 a 3 de dezembro de 2022.  

7 Setembro 2022
AtualidadeInstitucionalOftalmologia

PUBLICIDADE
https://www.oftalpro.pt/wp-content/uploads/2022/11/BANNER-MIDO_OPTICA-E-OFTAL.gif
`

Notícias relacionadas

Revista do mês. Os mais lidos de novembro

Com o aproximar do final do ano, revelamos as notícias mais procuradas pelos leitores na página online, destacando o conjunto de cinco artigos mais lidos de novembro da OftalPro.

Ler mais 1 Dezembro 2022
Atualidade

Oftalmologistas alertam para “Retinopatia de prematuridade”

A condição é para os especialistas “uma das principais causas de baixa visão e cegueira na infância”. A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) alerta para o diagnóstico atempado e para o tratamento quando indicado, de modo a tentar evitar a evolução da doença.

Ler mais 29 Novembro 2022
Oftalmologia

Retinopatia diabética com nova unidade no Porto

O Hospital de Santo António, no Porto, criou uma unidade específica para esta patologia que pode levar à cegueira. A nova unidade pretende dar resposta aos doentes com retinopatia diabética, a “complicação mais frequente nos doentes que sofrem de diabetes”.

Ler mais 28 Novembro 2022
Institucional