Oftalmologista nepalês já tratou mais de 100 mil pacientes

Imagem da notícia: Oftalmologista nepalês já tratou mais de 100 mil pacientes

Conheça a história de Sanduk Ruit, médico oftalmologista nepalês que já tratou mais de 100 mil pacientes.

Segundo a CNN, não são precisos mais de cinco minutos para que Ruit mude a vida de uma pessoa. Uma pequena incisão no olho do paciente é suficiente para remover a catarata e, depois, substituir com uma lente artificial de baixo custo.

Há pacientes que veem pela primeira vez na vida pelas “mãos” de Ruit. “Alguns cirurgiões mais novos até o fazem mais rápido”, disse o médico oftalmologista àquele ‘site’ noticioso.

Em 30 anos de carreira, tratou mais de 100 mil doentes entre o continente asiático e africano, como também ensinou a sua técnica a outros profissionais da visão, oriundos de áreas tão isoladas como a Coreia do Norte.

A maior parte dos pacientes sofre de doenças facilmente evitáveis, porém a falta de acesso a cuidados de saúde primários e a pobreza condenam estas pessoas a não procurar tratamento.

Este homem de 59 anos move-se pela crença de que todos merecem os melhores serviços oculares, independentemente da condição social, fazendo da erradicação da cegueira o seu mote de vida.

Através da amizade com o filantropo australiano Fred Hollows, estabeleceu o centro de produção de lentes de alta qualidade – para o tratamento das cataratas e miopia – no hospital de Tilganga, na cidade nepalesa de Catmandu. Desta forma, serve as regiões envolventes e outros países próximos, como a China, Butão, Mianmar, Indonésia e Coreia do Norte.

“Fico mesmo grato por fazer a diferença na vida das pessoas”, disse Ruit.

16 Dezembro 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Fundação Gulbenkian e CUF fazem parceria

A presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Mota, e o presidente da CUF, Salvador de Mello, firmaram recentemente um protocolo de colaboração através do qual pretendem aproveitar as sinergias existentes entre as áreas de atuação das duas instituições e promover o intercâmbio de conhecimentos, incentivar a cooperação e a investigação científica, estimular a formação de profissionais de saúde, apoiar iniciativas de elevado potencial e incentivar a publicação científica.

Ler mais 15 Outubro 2020
Atualidade

OrCam Read auxilia pessoas disléxicas ou com dificuldades de leitura

A OrCam Technologies juntou-se à Biblioteca Nacional de Portugal para auxiliar pessoas disléxicas ou com dificuldades de leitura. A parceria, que surgiu a propósito do Dia Mundial da Visão, pretende capacitar todos os leitores que frequentam a biblioteca com a disponibilização de um OrCam Read.

Ler mais 12 Outubro 2020
Atualidade