Novas lentes de contacto para lesões da córnea aumentam a visão em 30%

Imagem da notícia: Novas lentes de contacto para lesões da córnea aumentam a visão em 30%

Cientistas do Laboratório de Investigação em Optometria Clínica e Experimental (CEORLab) da Universidade do Minho estão a testar lentes de contacto esclerais, que são semi-rígidas e maiores, em pessoas com problemas na córnea e registaram uma recuperação de visão de 30% em média.

“A córnea é o principal elemento que vai contribuir para formar a imagem dentro do olho, na retina, se algo a afetar é como se tivéssemos uma janela arranhada ou distorcida e, por isso, vai distorcer tudo o que vemos à nossa volta”, explica José González-Méijome, diretor do CEORLab. “É como se mergulhássemos num mundo desfocado e os nossos olhos estivessem debaixo de água. Os óculos ou as lentes de contacto convencionais não conseguem compensar esta distorção e, se o fazem, essa reabilitação é muito tímida”, diz o especialista.

Saiba mais aqui.

 

13 Dezembro 2016
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Covid-19: oftalmologistas precisam de vigiar manifestações oculares

No final de março, foi publicado na JAMA Ophthalmology o primeiro relatório sobre 12 casos de conjuntivite em 38 pacientes hospitalizados com Covid-19 na província de Hubei, na China. Essas descobertas foram cruciais para espalhar o alarme sobre uma possível infeção por SARS-CoV-2 através do olho e a necessidade de proteger os profissionais de saúde visual.

Ler mais 16 Setembro 2020
AtualidadeOftalmologia

Descoberta origem comum a seis doenças psiquiátricas

Um novo estudo mundial, do qual faz parte uma equipa de investigadores da Escola de Medicina da Universidade do Minho - coordenada por Pedro Morgado (na foto) -, descobriu que ocorrem modificações no córtex que são comuns às seis principais doenças psiquiátricas.

Ler mais 15 Setembro 2020
Atualidade