Cérebro atua de forma diferente quando piscamos os olhos

Imagem da notícia: Cérebro atua de forma diferente quando piscamos os olhos

O simples hábito de piscar os olhos não serve apenas para promover uma maior hidratação desta parte do corpo. Para o nosso cérebro é mesmo como se fosse uma pequena soneca que vamos fazendo ao longo do dia.

Segundo o site Notícias ao Minuto, o cientista Mark Wexler, citado pelo site Science of US, explica que o nosso cérebro atua de forma diferente quando estamos de olhos fechados, mesmo que seja por breves instantes (e aqui referimos-nos a milésimos de segundos). Na prática – e tal como acontece quando estamos a dormir – a perceção do tempo é diferente quando estamos de olhos fechados se a compararmos com aquela que temos quando estamos com os olhos abertos.

Para tentar perceber esta relação entre o movimento das pálpebras e a sensação de tempo, Wexler levou a cabo uma série de experiências com pessoas e concluiu que “durante um piscar de olhos, o tempo é descontado em 50 a 70%, ou seja, o tempo passa duas a quatro vezes mais rápido quando os olhos estão fechados do que quando os olhos estão abertos em plena escuridão”, tal como acontece quando dormimos (sim, falamos daquela sensação de ter já dormido umas valentes horas, mas que na verdade pouco mais de uma hora passou).

Saiba mais aqui.

27 Junho 2017
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

SPO com novo webinar a 21 de abril

Ciclo de conferências online continua esta quarta-feira, 21 de abril, com debate sobre os “doentes a referenciar à baixa visão”.

Ler mais 20 Abril 2021
AtualidadeEventos e FormaçãoOftalmologia