Há mais acidentes com brinquedos laser

Imagem da notícia: Há mais acidentes com brinquedos laser

Aproxima-se a noite do Natal, conhecida por trazer novos brinquedos para o lar das famílias portuguesas. Mas será que todos os brinquedos são seguros para a saúde ocular das crianças? A resposta é não.

Ana Vide Escada, médica oftalmologista da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, explica que “existem brinquedos com laser que têm um grande potencial de lesão ocular nas crianças e que o número de acidentes causados por este tipo de brinquedos tem vindo a aumentar”. 

A especialista explica que “os mais pequenos não têm maturidade suficiente para entenderem que não devem olhar para a luz laser e pela curiosidade normal da idade podem mesmo apontá-lo diretamente (ou através da reflexão em espelhos) para os seus olhos, aumentando o tempo de exposição e a área atingida. Isto, em associação ao facto de o olho das crianças ser mais transparente do que o dos adultos, coloca-as num risco superior de sofrerem lesões oculares, que podem ir desde períodos transitórios de turvação da visão até perda irreversível da acuidade visual”.

Não se deve, de todo, comprar brinquedos com laser não regulamentados, pois estes não passam por qualquer controlo de segurança e podem ter potências mil vezes superiores ao que seria o limiar de segurança apropriado, constituindo verdadeiras armas”.

21 Dezembro 2018
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Boas férias

A equipa da OftalPro deseja aos seus queridos leitores um verão repleto de sol, descanso e tranquilidade. Aproveitamos para informar que a redação estará encerrada entre os dias 1 e 16 de agosto de 2020.

Ler mais 31 Julho 2020
Atualidade

Biossensores descartáveis para deteção precoce do Alzheimer

Investigadores do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) estão a desenvolver, no âmbito de um projeto transfronteiriço, biossensores descartáveis que, através da identificação de potenciais biomarcadores associados ao Alzheimer, visam detetar precocemente a doença.

Ler mais 30 Julho 2020
Atualidade