Músicos invisuais já podem tocar sem recurso a braille

Imagem da notícia: Músicos invisuais já podem tocar sem recurso a braille

Um projeto de doutoramento do músico português Rodrigo Pires de Lima permite “traduzir” partituras para pessoas cegas, utilizando um sistema eletrónico com sons que as situa na obra.

Segundo o Público, o saxofonista de 36 anos – que é estudante no Minnesota, EUA – desenvolveu um projeto que integra tecnologia já existente e a combina com ecolocalização – capacidade biológica de localização através de sons -, permitindo a um músico cego tocar ao vivo sem recurso a partitura em braille, usando antes um auricular e emitindo um som que é, depois, reverberado para si mesmo.

Saiba mais aqui.

22 Abril 2019
Atualidade

PUBLICIDADE
|MIDO 2021
`

Notícias relacionadas