Maria João Quadrado: Covid-19 e o impacto na oftalmologia

Imagem da notícia: Maria João Quadrado: Covid-19 e o impacto na oftalmologia

A médica oftalmologista Maria João Quadrado partilha com a OftalPro quais são os impactos da pandemia Covid-19 no ramo da oftalmologia: “Desde o início da pandemia foram suspensas, ou renegadas para segundo plano, as consultas e cirurgias em oftalmologia. É previsível uma hecatombe em determinadas patologias que necessitam dum controlo apertado (glaucoma; retinopatia diabética; DMI…). Por outro lado, os doentes deixaram de recorrer ao serviço de urgência pelo receio de contágio, sendo previsível que situações graves e urgentes como rejeição de transplantes; uveítes; descolamentos da retina, entre outros, não tenham sido tratadas”.

Acrescenta que, “nesta fase da pandemia, qualquer pessoa observada pelo oftalmologista pode estar infetada pelo vírus SARS-Cov-2, independentemente dos fatores de risco ou da localização geográfica. Os artigos sugerem que este vírus pode provocar conjuntivite folicular difícil de distinguir de outras conjuntivites virais. Sendo a conjuntivite uma das causas mais frequente de consulta, o oftalmologista pode ser o primeiro a contactar com o doente Covid-19”.

Maria João Quadrado afirma ainda que “para os oftalmologistas é altamente recomendável a utilização de proteção para a boca, nariz e olhos com máscara, óculos de proteção e escudos de proteção na lâmpada de fenda. Os doentes devem utilizar máscara durante toda a consulta. Tanto o médico como o doente devem tentar falar o menos possível. Os protocolos de limpeza de todos os aparelhos, entre cada consulta, devem ser extremamente rigorosos. Devem, ainda, ser adotadas novas rotinas no agendamento dos doentes para a consulta. Os doentes devem cruzar-se o menos possível nas salas de espera. Tudo isto vai tornar os tempos de consulta mais demorados, levando a uma morosa recuperação das consultas e cirurgias oculares que foram, entretanto, suspensas. Tememos, assim, que a saúde ocular seja muito afetada”.

Opinião completa em breve.

23 Abril 2020
Oftalmologia

PUBLICIDADE
|MIDO 2022
`

Notícias relacionadas