Hoya lança lentes que protegem da luz azul

As BlueControl são as recentes lentes da japonesa Hoya concebidas para proteger da chamada luz azul, que causa fadiga visual e outras complicações.

Todos os dias o Homem está sujeito às mudanças de luz, fundamentais para regular a produção da hormona do sono, melatonina.

É na retina, através das células ganglionares, que na presença de luz azul envia ao núcleo subraquiasmático a ordem de inibir a produção desta hormona.

Este tipo de luz está presente em todo o lado, especialmente nos aparelhos digitais como tablets, smartphones e computadores, dispositivos usados diariamente e várias horas seguidas.

Têm uma emissão muito elevada na zona do espetro visível azul ou luz de alta energia, entre 420 a 500 nanometros, cuja utilização perto dos olhos provoca uma exposição mais direta nos usuários, que provoca o ‘stress visual digital’.

Segundo a marca, “o nosso olho não oferece a mesma resolução para todas as longitudes de onda. A fóvea, ponto da retina que proporciona a maior nitidez e resolução das imagens, não tem recetores capazes de captar a longitude de onda azul”, daí que a informação recebida seja encaminhada para os pontos parafoveais da retina, “que causam no cérebro uma imagem mais difusa. A resposta do cristalino, para melhorar esta imagem desfocada, é a de acomodar e aumentar o seu poder dióptrico flutuando continuamente e resultando numa falsa miopia que produz fadiga visual”.

A luz que incide no olho “dispersa-se dentro dele, sendo maior na zona do azul. A diminuição de contraste e falta de nitidez produzida provoca no usuário comichão nos olhos e cansaço ocular.

A utilização prolongada de dispositivos digitais provoca uma diminuição da frequência de piscar de olhos e, por isso, sequidão ocular”.

As BlueControl atenuam o ‘stress visual digital’ ao controlar a quantidade de luz azul que a nossa retina recebe, prevenindo a fadiga, reduzem o brilho de forma a promover uma visão mais cómoda e relaxada, como também aumentam a perceção de contraste ao oferecer uma visão mais natural da cor.

12 Fevereiro 2014
Atualidade

`

Notícias relacionadas

Marcelo Rebelo de Sousa nas comemorações da BIAL

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou esta terça-feira (25) o colaborador mais antigo da maior farmacêutica portuguesa. A distinção foi entregue no âmbito das comemorações dos 100 anos do laboratório, no dia em que se realiza a conferência BIAL 100 Years – Shaping the future, na Fundação Serralves (Porto).

Ler mais 25 Junho 2024
Atualidade

Consumo de drogas poderá causar deficiência visual

Gerardo Gleason, especialista mexicano em tecnologia para cirurgias oftalmológicas, alertou que “o consumo de substâncias psicoativas, naturais ou sintéticas, que atuam no sistema nervoso gerando alterações nas funções que regulam pensamentos, emoções e comportamento, aumentam as hipóteses de deficiência visual ou cegueira”, revela a Lusa.

Ler mais 21 Junho 2024
Atualidade