Investigadores desenvolvem um novo implante para tratar glaucoma

Imagem da notícia: Investigadores desenvolvem um novo implante para tratar glaucoma

Em Stanford, Estados Unidos da América, está a ser desenvolvido um implante que possibilita medir com mais certeza a pressão ocular.

Desta forma, os investigadores acreditam que é possível conceber diagnósticos mais certos para os vários problemas visuais, como a glaucoma. Para os pacientes que sofrem com esta doença, é necessário dirigirem-se com frequência a um oftalmologista para o profissional fazer as respetivas medições da pressão ocular interna, de forma a reduzir estes valores para o patamar dito norma ou abaixo do normal, sendo este o único tratamento para a glaucoma.

O que a equipa de investigadores do laboratório de Stephen Quake, professor de bioengenharia e física aplicada na Universidade de Stanford, e do oftalmologista Yossi Mandel, da universidade israelita de Bar-Ilan, foi projetar um método de medição certo e constante, tendo em conta que nem sempre os valores obtidos da pressão ocular interna são verdadeiros, o que afeta posterior a aplicação dos melhores tratamentos.

Foi desta forma que chegaram à conceção de um pequeno tubo, inserido como um implante intraocular, com uma extremidade aberta para conter os fluídos que enchem o olho e a outra com uma pequena lâmpada que contem gás. Assim que a pressão ocular interna aumenta, os fluídos são “arrastados” para dentro do tubo. A função do gás é reencaminhá-los de volta para o seu fluxo, num movimento constante.

Os pacientes podem tirar uma foto ao aparelho e reencaminhá-la para os profissionais que acompanham o caso, promovendo desta forma um acompanhamento clínico a 24 horas. Os investigadores confirmaram que este implante quase não causa distorção visual.

o entanto, o projeto ainda necessita de testes em humanos, algo que só avançará quando a equipa encontrar os materiais necessários para incrementar o tempo de via útil do tubo dentro do olho. Tendo em conta o ‘design’ simples do aparelho, os profissionais estão confiantes que em poucos anos o tubo estará funcional.

19 Setembro 2014
Atualidade

PUBLICIDADE
MIDO 2021
`

Notícias relacionadas

Essilor Portugal com distinção Selo COVID OUT

A Essilor Portugal foi distinguida com a atribuição do Selo COVID OUT atribuído pela entidade certificadora ISQ - Instituto de Soldadura e Qualidade, após auditar as respetivas instalações e medidas de segurança presentes.

Ler mais 23 Outubro 2020
AtualidadeLentes e equipamentos