CUF aposta em cirurgia robótica

Imagem da notícia: CUF aposta em cirurgia robótica

A CUF abriu recentemente a Unidade de Cirurgia Robótica de Portugal, com a aquisição do robot Da Vinci Xi. Trata-se de um modelo de última geração, “que funciona como a extensão das mãos e olhos do cirurgião”, segundo comunicado.

“A imagem tridimensional de alta definição é ampliada o que permite ao médico, durante a cirurgia, ver o que antes era difícil ou até impossível”. Por ser “menos invasivo e mais preciso, as cirurgias com o robot implicam um menor número de incisões, o que faz com que o doente fique com cicatrizes mais pequenas, tenha uma menor probabilidade de infeções no pós-operatório, uma recuperação mais rápida e, por isso, menos tempo de internamento. É também mais reduzida a destruição dos tecidos adjacentes à zona operada porque o poder da ampliação visual a três dimensões do Robot ‘da Vinci Xi’ permite ao médico ver em maior detalhe”.

Em primeira instância, o equipamento irá realizar intervenções em “cirurgia bariátrica, de tratamento da obesidade e da diabetes, assim como nas doenças do cólon e do reto, como é o caso do cancro do reto”. Depois do arranque nestas áreas, o “da Vinci Xi” irá efetuar cirurgias em urologia, com possíveis aplicações posteriores em ginecologia, cirurgia torácica e cardiologia.

O líder da unidade recém criada, nos Hospitais CUF Infante Santo, CUF Descobertas e CUF Porto, é Carlos Vaz, com mais de 3500 intervenções cirúrgicas por via laparoscópica e robótica e mais de 1700 cirurgias bariátricas, “um dos mais experientes especialistas em cirurgia robótica a nível internacional e o único formador oficial de cirurgia bariátrica robótica – especialidade ligada ao tratamento cirúrgico da obesidade e da diabetes – na Península Ibérica, sendo um dos poucos em todo o mundo”.

No entanto, a CUF compreende que o “fator humano continua a ser determinante para a boa utilização do robot ‘da Vinci Xi’ sendo um elemento essencial de diferenciação. A escolha de Carlos Vaz para coordenar esta nova unidade prende-se pela sua enorme experiência, que transmitirá a outros profissionais CUF – na qualidade de formador de cirurgia robótica”. O investimento na cirurgia robótica enquadra-se nos planos de expansão dos hospitais CUF em Lisboa, “nomeadamente nos planos de construção do novo Hospital CUF Tejo, e da expansão e reposicionamento do Hospital CUF Descobertas”.

 

5 Setembro 2016
Atualidade

`

Notícias relacionadas

HOYA Vision Care lança nova campanha global “Myopia Care for Kids”

Esta iniciativa tem o duplo objetivo de “sensibilizar as crianças para o crescente aumento global da miopia nas crianças (que ocorre tipicamente entre os 6 e 14 anos1), assim como, sensibilizar para as “inovadoras lentes oftálmicas2 MiYOSMART, concebidas especificamente para que as crianças abrandem a progressão da miopia nas crianças entre os 8 e os 13 anos3”.

Ler mais 17 Agosto 2022
AtualidadeLentes e equipamentos

Academia do Profissional aposta na diversificação

Com o “foco” estritamente na “formação especializada”, os projetos a curto prazo de Ricardo Simões, CEO da Academia do Profissional, passam pela área de cuidados de saúde e beleza, o que pode abrir espaço ao setor da medicina dentária no futuro.

Ler mais 12 Agosto 2022
AtualidadeEventos e Formação

Lisboa acolheu XXII Congresso Nacional de Ortoptistas

Com a presença de cerca de 100 participantes, a APOR realizou o XXII Congresso Nacional de Ortoptistas em Lisboa. Durante a sessão de abertura, Aldina Reis, a presidente da APOR, aproveitou para enaltecer o importante e indispensável trabalho desenvolvido pelos ortoptistas no Serviço Nacional de Saúde (SNS), desde há 60 anos.

Ler mais 11 Agosto 2022
AtualidadeEntrevistasOftalmologia