Carl Zeiss Meditec adquire IanTech

Imagem da notícia: Carl Zeiss Meditec adquire IanTech

A Car Zeiss Meditec adquire a IanTech para o seu portfólio de soluções em cirurgia oftalmológica, posicionando a empresa como “líder global em inovação global na oftalmologia”.

O anúncio foi dado a 23 de outubro para a aquisição da empresa privada sediada em Reno – Nevada. Esta tem como foco recursos tecnológicos para cirurgia de catarata com micro-intervenções.

A cirurgia de catarata tem dependido da tecnologia de fato há mais de 50 anos. A Zeiss acredita que o mercado precisa de uma nova abordagem neste campo, pelo que aposta nas inovações de tecnologia cirúrgica da IanTech.

“Esperamos que a IanTech complemente o nosso portfólio líder de equipamentos e consumíveis em cirurgia de catarata, permitindo-nos oferecer aos médicos e pacientes um novo padrão de tratamento” – afirma Ludwin Monz, CEO da Carl Zeiss Meditec.

“A tecnologia tem o potencial de simplificar os casos desafiantes, reduzir os riscos para os pacientes e melhorar os resultados, sendo ao mesmo tempo fácil de treinar e de adaptar para os cirurgiões”.

Sabia tudo aqui.

24 Outubro 2018
Atualidade

PUBLICIDADE
Mido 2020
`

Notícias relacionadas

AIBILI e ESEnfC celebram acordo de colaboração

A Associação para Investigação Biomédica e Inovação em Luz e Imagem e a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra assinaram um acordo de parceria para o desenvolvimento de atividades de investigação clínica que junta duas instituições da mesma cidade.

Ler mais 18 Fevereiro 2020
Atualidade

O valor do papel na era digital

Acreditou-se, durante anos, que o papel impresso deixaria de ter uso. Dizia-se que os e-books iriam substituir os livros tradicionais e que sites online iriam suplantar os meios de comunicação em formato físico. No entanto, nada disto aconteceu.

Ler mais 16 Fevereiro 2020
Atualidade

Radar das emoções desenvolvido na UA

É um radar, mas não serve para monitorizar a velocidade dos automóveis nem o espaço aéreo. Monitoriza, isso sim, emoções. Desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA) o inédito radar, qual filme de ficção científica, consegue identificar o estado emocional de um indivíduo usando apenas sinais vitais detetados à distância.

Ler mais 7 Fevereiro 2020
Atualidade