SPO cria “cheque-visão” para dar resposta a falhas no SNS

Imagem da notícia: SPO cria “cheque-visão” para dar resposta a falhas no SNS

Apresentado como a solução para as longas listas de espera da especialidade, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) decidiu formar uma rede de consultórios em todo o país para facilitar o acesso a “verdadeiros especialistas”, procurando evitar que médicos sejam substituídos por técnicos optometristas. O público-alvo do projeto serão os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS), seja através de convenção ou ainda de uma espécie de “cheque-visão”, como já acontece no âmbito da medicina dentária.

No Dia Mundial da Visão, Fernando Falcão Reis, presidente da SPO, destacou a assistência na área da saúde ocular como sendo da competência exclusiva dos médicos oftalmologistas. “A SPO tem uma missão claramente expressa nos seus estatutos, a de zelar para que não seja posta em risco a saúde das pessoas, nomeadamente através da prática de atos médicos por profissionais não médicos ligados a atividades meramente instrumentais em relação à oftalmologia”. Criticando a “indisfarçável pressão, até política”, para incluir a classe dos técnicos optometristas na prestação de cuidados de saúde, Falcão Reis assume que “não se pode colocar a saúde das pessoas em risco. A assistência oftalmológica em Portugal tem sido desde sempre assegurada por oftalmologistas e as longas listas de espera para uma consulta da especialidade hospitalar resultam de uma opção política e não na falta de oftalmologistas”.

Saiba mais na próxima edição.

20 Novembro 2019
Oftalmologia

PUBLICIDADE
Mido 2020
`

Notícias relacionadas