SPO cria “cheque-visão” para dar resposta a falhas no SNS

Imagem da notícia: SPO cria “cheque-visão” para dar resposta a falhas no SNS

Apresentado como a solução para as longas listas de espera da especialidade, a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) decidiu formar uma rede de consultórios em todo o país para facilitar o acesso a “verdadeiros especialistas”, procurando evitar que médicos sejam substituídos por técnicos optometristas. O público-alvo do projeto serão os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS), seja através de convenção ou ainda de uma espécie de “cheque-visão”, como já acontece no âmbito da medicina dentária.

No Dia Mundial da Visão, Fernando Falcão Reis, presidente da SPO, destacou a assistência na área da saúde ocular como sendo da competência exclusiva dos médicos oftalmologistas. “A SPO tem uma missão claramente expressa nos seus estatutos, a de zelar para que não seja posta em risco a saúde das pessoas, nomeadamente através da prática de atos médicos por profissionais não médicos ligados a atividades meramente instrumentais em relação à oftalmologia”. Criticando a “indisfarçável pressão, até política”, para incluir a classe dos técnicos optometristas na prestação de cuidados de saúde, Falcão Reis assume que “não se pode colocar a saúde das pessoas em risco. A assistência oftalmológica em Portugal tem sido desde sempre assegurada por oftalmologistas e as longas listas de espera para uma consulta da especialidade hospitalar resultam de uma opção política e não na falta de oftalmologistas”.

Saiba mais na próxima edição.

20 Novembro 2019
Oftalmologia

`

Notícias relacionadas

UOC realiza intervenção inovadora em doentes com cataratas

Uma equipa de cirurgiões da UOC – Unidade de Oftalmologia de Coimbra tem alcançado resultados muito promissores com a aplicação de uma nova lente intraocular para a correção da presbiopia em doentes com cataratas ou com cristalino transparente, desde que reúnam as condições técnicas necessárias.

Ler mais 29 Julho 2020
Oftalmologia

Intervenção da OM trava fecho da urgência noturna de oftalmologia em Lisboa

A Ordem dos Médicos (OM) e o Colégio de Oftalmologia da Ordem dos Médicos denunciaram publicamente que a região de Lisboa iria ficar sem urgência noturna de oftalmologia no período entre as 20h e as 8h, que funcionava até agora no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) e/ou no Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central (CHULC).

Ler mais 27 Julho 2020
AtualidadeOftalmologia