Em entrevista com Inês Laíns, bicampeã da oftalmologia

Imagem da notícia: Em entrevista com Inês Laíns, bicampeã da oftalmologia

A OftalPro esteve à conversa com Inês Laíns, médica e investigadora que venceu, pelo segundo ano consecutivo, o prémio de melhor artigo científico na área da oftalmologia da Harvard Medical School.

OftalPro: Ser premiada duas vezes consecutivas é realmente um feito de valor. O que a distinguiu o ano passado?

Inês Laíns: Ambos os trabalhos premiados são no âmbito do mesmo projeto: DMI – degenerescência macular relacionada com a idade. Estamos a tentar identificar biomarcadores, no sangue e na urina, que, para já, só temos resultados do sangue. O objetivo é discernir as pessoas que têm degenerescência macular e também os diferentes níveis de gravidade da doença.

O último trabalho incide-se na identificação de biomarcadores do sangue, que era a nossa principal questão de investigação. Em paralelo, nestes rebentos, fizemos vários estudos funcionais com o objetivo de tentar perceber a relação entre as alterações estruturais que acontecem no contexto da DMI com as alterações de função.

Conheça a entrevista exclusiva na próxima edição da OftalPro, brevemente disponível.
Pode assinar aqui.

16 Julho 2018
Entrevistas

`

Notícias relacionadas

“Escolhi oftalmologia porque me pareceu mais aliciante”

Joaquim Mira, após a conclusão do ensino secundário à noite, enquanto trabalhava durante o dia, iniciou em 1975 o Curso de Medicina na Universidade de Coimbra e em 1986 a especialidade de oftalmologia no Hospital da Universidade de Coimbra. Hoje é uma referência no país no que diz respeito à cirurgia refrativa e da catarata.

Ler mais 31 Março 2020
Entrevistas